Chamada para bolsas do programa “2022 Indigenous Community Media Youth Fellowship”  

March 10, 2022

En español
In English


O prazo para apresentação de propostas é 31 de março de 2022. 
 

A Cultural Survival tem o prazer de anunciar sua chamada para bolsas do programa “2022 Indigenous Community Media Youth Fellowship 2022” que apoiará indivíduos ou grupos de jovens indígenas, comunicadores e artistas, em seus esforços para desenvolver suas habilidades de comunicação (rádio, audiovisual, e mídia impressa),  através de formação específica e outras oportunidades educativas.
 

 As bolsas serão concedidas a jovens dos seguintes países: México, Belize, Brasil, Guatemala, El Salvador, Honduras, Nicarágua, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Chile, Namíbia, Botswana, África do Sul, Nepal e o norte da Índia (para a América central e do Sul, damos prioridade a candidatos das regiões da Bacia Amazônica e projetos que incluam línguas Indígenas).


Com anos de experiência coordenando a capacitação por meio de workshops, conferências e intercâmbios entre estações de rádio e outras mídias, facilitando o desenvolvimento de redes regionais e apoiando esforços de lobby para legalizar e democratizar a mídia comunitária, os valores e princípios da Cultural Survival fortalecem a experiência, as atividades e os projetos das comunidades com as quais temos parcerias por meio de nosso Fundo de Mídia da Comunidade Indígena.


Acreditamos que ouvir e responder às necessidades de autodeterminação das comunidades é fundamental para fornecer apoio sustentável e, mais importante, relevante para as necessidades da comunidade. Os jovens indígenas são o futuro de suas comunidades e o desenvolvimento da liderança juvenil é parte integrante da garantia do bem-estar das comunidades.


Este ano, nosso programa de bolsas oferecerá apoio a indivíduos ou grupos de jovens comunicadores indígenas (mulheres, homens e outros gêneros) entre 16 e 28 anos. As bolsas de estudo terão um valor máximo de $ 2.500 (USD) dólares dos Estados Unidos por bolsista para implementar seu projeto durante um período de 6 meses. Os candidatos devem poder trabalhar e viajar (se possível, dependendo do contexto) de forma independente e ser responsáveis ​​pela implementação do seu projeto. Os bolsistas trabalharão em estreita colaboração com a Cultural Survival e um mentor local (uma pessoa de apoio para aconselhar, reforçar e dar feedback para alcançar o trabalho e os objetivos do bolsista) durante todo o processo de bolsa.


O Programa de Bolsas para Jovens Indígenas de Mídia Comunitária será orientado pelas seguintes prioridades:

Tópicos ou áreas de abrangência:

  • Meio Ambiente
  • Fortalecimento e revitalização das Línguas Indígenas
  • Gestão coletiva dos recursos naturais
  • Soluções para as mudanças climáticas
  • Recuperação de cosmogonias e ancestralidade
  • Empoderamento e participação dos jovens
  • Pensamento crítico e descolonizador
  • Direitos das mulheres Indígenas

 

Se sua proposta for uma equipe, siga as seguintes recomendações:

  • Igualdade na distribuição de responsabilidades
  • Igualdade na participação de homens e mulheres e inclusão de outros gêneros

 

Sua proposta deve ser formulada com algumas das seguintes linhas de trabalho:

  • Produção radiofônica, audiovisual, escrita ou artística
  • Organização comunitária
  • Capacitação em jornalismo
  • Projetos de vídeos curtos animados de tradição oral indígena
  • Competências de gestão em técnicas audiovisuais
  • Software gratuito que facilita a edição e criação de conteúdo informativo.
  • Os bolsistas também podem apoiar o desenvolvimento de novas habilidades na comunidade por meio de treinamentos e workshops que ajudam a desenvolver novos projetos de comunicação.
  • Muralismo, poesia, tradição oral, música e expressões artísticas em relação aos temas listados na seção 1.


Critérios de seleção para bolsistas:

  • Jovens indígenas entre 16 e 28 anos
  • Acesso à internet e outras formas de comunicação para colaborar criativamente com colegas bolsistas, a equipe de CS e participar de videoconferências.
  • Comprometimento e entusiasmo em aprender sobre tecnologia, desenvolvimento de programas, trabalho de outras rádios comunitárias e promoção internacional dos Direitos Indígenas.
  • Os candidatos devem poder trabalhar e viajar (de acordo com seu contexto) de forma independente e ser responsáveis ​​pela implementação dos projetos propostos. O projeto pode ser apresentado individualmente ou em grupo de jovens de uma rádio comunitária.
  • Los solicitantes deben residir en México, Guatemala, El Salvador, Belize, Honduras, Nicaragua, Costa Rica, Panamá, Colombia, Ecuador, Bolivia, Perú, Brasil (Cuenca Amazónica), Chile, Namibia, Botsuana, Sudáfrica, Nepal o el Norte da India.
  • O orçamento total não deve exceder o valor de US$ 2.500 dólares americanos.
  • Envie uma carta de endosso ou solicitação por uma autoridade da comunidade. 

 

Como aplicar?

As propostas podem ser enviadas

  • por escrito (máximo 2 páginas) ou
  • em áudio (3-5 min) ou
  • vídeo (3-5 min) 

nos seguintes idiomas: Espanhol, Inglês, Portugues, Nepalês, Sunuwar, Hindi, Maya K'iche', Kaqchikel, Poqomam, Mam, Diidxazá, (Zapoteca do istmo), Ayuujk, Afrikaans, Francês.

 

Se a proposta for selecionada, a equipe do CS entrará em contato com o candidato para obter informações adicionais. O prazo para apresentação de propostas é 31 de março de 2022. 

Para mais informações envie um email para cat.monzon@cs.org